Acelera o metabolismo e queima gordura mais rápido | Perder Peso

Para queimar mais gordura e perder os últimos quilos, não basta fazer exercício, você tem que dar o resto e acelerar o seu metabolismo.

Acelera o metabolismo e queima gordura mais rápido

Limpa sua dieta

Os estudos demonstram que praticamente qualquer regime de emagrecimento pode funcionar, desde que o cumprires.

Uma dieta não funcionará a menos que cumpra dois requisitos aparentemente contraditórios: tem que ser diferente do que você está fazendo agora, o que significa que deve restringir a ingestão de modo que agora você come em excesso.

Por outro lado, tem que ser algo que possa adaptar-se de cara ao futuro, o que quer dizer que tem que basear-se em alimentos que você gosta e que tenha fácil acesso. Por isso, a conduta é a chave do sucesso.

3 acções-chave que ajudarão você a ganhar autocontrole em sua dieta.

• Prepare-se e come a maioria de suas refeições em casa, acrescentando um mínimo de sal e de açúcar.
• A carne e o peixe grelhado ou cozido, os ovos, como mais gosta; legumes, crus ou ao vapor.
• No almoço e no jantar, preencha metade do prato com proteínas magras (peito de frango, lombo, ovos mexidos) e a metade com vegetais ricos em fibra. A proteína e a fibra se encherão mais rápido e deixá-lo saciado por mais tempo.

Corte hidratos de carbono e incorpora proteínas

Tomar menos hidratos de carbono não implica removê-los do todo.

Em um estudo sobre emagrecimento levado a cabo durante um ano na universidade de Stanford, ao final os participantes aos quais foi atribuída uma dieta de tipo Atkins recebiam um terço do total de calorias de sua dieta os hidratos de carbono –mais do dobro do que se recomendava a sua dieta–.

E ainda assim lhes foi melhor que os sujeitos aos quais lhes foram atribuídos outras dietas.

2 momentos em que os hidratos de carbono são menos problemáticos:

• A primeira hora da manhã. Os hidratos de carbono integrais fornecem uma fonte de glicose de fácil acesso para o corpo.
• Imediatamente depois de fazer exercício.

Limpa sua dieta

Os estudos demonstram que praticamente qualquer regime de emagrecimento pode funcionar, desde que o cumprires.

Uma dieta não funcionará a menos que cumpra dois requisitos aparentemente contraditórios: tem que ser diferente do que você está fazendo agora, o que significa que deve restringir a ingestão de modo que agora você come em excesso.

Por outro lado, tem que ser algo que possa adaptar-se de cara ao futuro, o que quer dizer que tem que basear-se em alimentos que você gosta e que tenha fácil acesso. Por isso, a conduta é a chave do sucesso.

3 acções-chave que ajudarão você a ganhar autocontrole em sua dieta.

• Prepare-se e come a maioria de suas refeições em casa, acrescentando um mínimo de sal e de açúcar.
• A carne e o peixe grelhado ou cozido, os ovos, como mais gosta; legumes, crus ou ao vapor.
• No almoço e no jantar, preencha metade do prato com proteínas magras (peito de frango, lombo, ovos mexidos) e a metade com vegetais ricos em fibra. A proteína e a fibra se encherão mais rápido e deixá-lo saciado por mais tempo.

Corte hidratos de carbono e incorpora proteínas

Tomar menos hidratos de carbono não implica removê-los do todo.

Em um estudo sobre emagrecimento levado a cabo durante um ano na universidade de Stanford, ao final os participantes aos quais foi atribuída uma dieta de tipo Atkins recebiam um terço do total de calorias de sua dieta os hidratos de carbono –mais do dobro do que se recomendava a sua dieta–.

E ainda assim lhes foi melhor que os sujeitos aos quais lhes foram atribuídos outras dietas.

2 momentos em que os hidratos de carbono são menos problemáticos:

• A primeira hora da manhã. Os hidratos de carbono integrais fornecem uma fonte de glicose de fácil acesso para o corpo.
• Imediatamente depois de fazer exercício.

Pratique o exercício interválico ou HIIT

O exercício interválico obriga o corpo a passar rapidamente os hidratos de carbono em gordura e vice-versa, ao mesmo tempo em que acelera o metabolismo durante horas.

Eis três modos de ativar a combustão:

Intervalos de tempo. Você pode executar o disco rígido de 20 segundos e, em seguida, recuperar 40 segundos. Um atleta experiente pode aplicar uma relação de trabalho-descanso de 1 a 1, correndo dura 30 segundos e recuperando outros 30. Você também pode aplicá-lo ao treino calisténico ou com pesos livres. Dez minutos de intervalos bem –no início ou no final de seu programa normal ou como única rotina de treinamento– são um bom início. O máximo, em qualquer caso, deve ser de 15 a 20 minutos.

Intervalos de volume. Note que um número de repetições se faz levantamentos ou a uma distância específica se você correr ou nadar, e, em seguida, recupera o tempo necessário. Você pode usar esse treinamento como única rotina –com 30-45 minutos de levantamentos ou exercício cardiovascular, mais 5-10 minutos de aquecimento–.

Intervalos de volume pelo tempo. Você pode fazer 10 flexões de braços ou agachar ou oscilações de peso russas por minuto. Quanto mais rápido você faça as repetições, mais tempo você tem para recuperar. Mas com as séries seguintes, o ritmo será mais lento, o que reduz o tempo de recuperação e te deixará mais fadiga residual. E é isso que você quer, já que a fadiga é o que faz com que o metabolismo se mantenha alto, muito depois de sair do ginásio.

Vá mais além de sua ‘zona de conforto’

O que têm em comum todos os programas que funcionam? Que te deixas a pele. A atividade intensa, por si mesma, produz alterações. Isso não significa que você tem que matá-lo cada vez que pegar um haltere. Mas significa exigir mais.

Mais volume: mais séries, repetições ou quilômetros.
Mais intensidade: mais peso ou mais velocidade a pé ou de bicicleta.
Maior freqüência: o mesmo, mais frequentemente.
Mais dificuldade: levantamentos mais exigentes, ou incorporar encostas no treino de cardio.

De vez em quando, vale a pena perguntar se o que está fazendo é “duro” ou se você está fazendo algo que não faria ou poderia fazer, no mês passado, ou no ano passado. Se a resposta é não, provavelmente terá que subir o selector um momento (ou dois).

Não espere a perfeição

Relaxe e aproveite! Um sorvete de vez em quando não te matará. Não se sinta culpado, não tente correr uma maratona no dia seguinte, para queimar essas calorias, e acima de tudo não engullas esse capricho como um yonqui fugido do centro de reabilitação. Quanto mais devagar come, mais você vai saborearlo e antes você vai se sentir saciado. Então cepíllate os dentes e tenha um compromisso pessoal de seguir com seu programa.

A ciência da recuperação metabólica é complicada, mas o caminho do sucesso é mais simples: faça o melhor que puder, sempre que puder, e faça a culpa na sociedade pelos outros.